Dicas infalíveis para cozinhar carnes no ponto perfeito: do suculento ao bem passado

Dicas infalíveis para cozinhar carnes no ponto perfeito: do suculento ao bem passado

Dicas infalíveis para cozinhar carnes no ponto perfeito

Cozinhar carnes pode parecer uma tarefa simples, mas na realidade pode ser um desafio encontrar o ponto perfeito de cocção. Afinal, cada pessoa tem suas preferências quando se trata de como gostam de comer carne: uns preferem ela suculenta e ao ponto, outros gostam bem passados ​​e alguns preferem algo no meio termo. Neste artigo, vamos te dar algumas dicas infalíveis para cozinhar carnes no ponto certo, desde o suculento ao bem passado, para que você possa agradar a todos os paladares em sua próxima refeição.

1. Escolha a carne certa
O primeiro passo para uma carne perfeitamente cozida é escolher o tipo certo de carne. Cada corte possui uma textura e sabor diferentes, e isso irá influenciar no tempo de cocção necessário. Por exemplo, cortes como filé mignon e picanha são mais macios e devem ser cozidos rapidamente para manter sua suculência, enquanto cortes como costela e cupim interrompem um tempo de cozimento mais longo para ficarem macios e saborosos.

2. Temperatura ambiente
Uma dica importante para garantir uma carne no ponto certo é retirar a geladeira cerca de 30 minutos antes de começar a cozinhá-la. Isso permitirá que a carne chegue à temperatura ambiente, o que facilitará o cozimento uniforme. Além disso, ao cozinhar uma carne gelada, o calor do fogo ou forno terá que atingir uma temperatura mais alta para começar a cozinhar a carne específica, o que pode resultar em uma parte externa queimada antes que o interior atinja o ponto desejado.

3. Conheça sua brasa
Se você está cozinhando carnes na grelha, é essencial conhecer a temperatura da brasa. Para carnes suculentas e ao ponto, a brasa deve ser quente, mas não muito intensa. Se estiver muito quente, a carne pode queimar por fora antes de cozinhar por dentro. Já para carnes bem passadas, a brasa pode ser mais intensa, mas é necessário ter cuidado para não secar demais a carne. Uma dica é usar uma grelha onde seja possível regular a altura em relação à brasa, para controlar a intensidade do calor e garantir uma cocção uniforme.

4. Salgar no momento certo
Para deixar uma carne suculenta e chinesa, é importante salgá-la corretamente. Uma dica é salgar a carne cerca de 40 minutos antes de cozinhar. Isso permite que o sal penetre na carne e ajude a realçar o sabor. Salgar a carne muito antes pode fazer com que ela solte água, resultando em uma carne menos suculenta. Se preferir, você também pode adicionar outros temperos à carne, como pimenta-do-reino, ervas e alho, para dar ainda mais sabor.

5. Use uma técnica de toque
Uma das melhores maneiras de garantir que a carne fique no ponto certo é usando a técnica do toque. Ao pressionar levemente a carne com o dedo, você poderá sentir sua textura e determinar o ponto de cocção. Por exemplo, se a carne estiver macia e ceder ao toque, ela está ao ponto. Se você estiver mais firme e resistir ao toque, ela está bem passada. É importante praticar essa técnica para desenvolver o tato e considerar os diferentes pontos de cocção.

6. Use taquimetro de carne
Caso você não tenha muita experiência em considerar o ponto de cocção apenas pelo toque, uma boa alternativa é usar uma tabela de carne. Esse utensílio permite medir a temperatura interna da carne e determinar se ela está no ponto desejado. Para carnes suculentas e ao ponto, a temperatura interna deve estar em torno de 55-60°C. Já para carnes bem passadas, a temperatura interna deve atingir cerca de 70°C. Lembre-se de inserir a tacitação na parte mais grossa da carne, evitando tocar nos ossos, que podem atrapalhar a leitura.

7. Descanso antes de servir
Depois de cozinhar a carne no ponto certo, é importante deixar-la descansar antes de servir. Esse tempo de descanso permite que os sucos se espalhem pela carne e garantam sua suculência. Uma dica é deixar a carne descansar por cerca de 5 a 10 minutos antes de cortar. Cubra a carne com papel alumínio durante o descanso para mantê-la aquecida. Lembre-se de que a carne continuará cozinhando durante o descanso, então é importante retirá-la um pouco antes do ponto desejado para evitar que ela fique no passado demais.

8. Aproveite os temperos e marinadas
Além do sal, existem diversos temperos e marinadas que podem ser utilizados para realçar o sabor da carne. Experimente diferentes combinações de temperos, como ervas, alho, mostarda, azeite e sucos cítricos. Deixe a carne marinar por algumas horas (ou até mesmo durante a noite) na geladeira para absorver todos os sabores. Essa técnica é especialmente indicada para cortes mais duros, como costela e mamãe, que precisam de um tempo maior para amaciar.

9. A importância do corte correto
O corte da carne também pode influenciar no seu cozimento e em como ela fica no prato. Ao comprar carnes em pedaços maiores, é possível cortá-las em bifes ou tiras mais finas para que cozinhem mais rapidamente. Essa técnica é útil para cortes como fraldinha e contrafilé, que podem ficar duros se cozidos inteiros. Já para cortes mais macios, como filé mignon, é possível deixar a carne inteira para preservar sua suculência.

Dicas para cozinhar carnes no ponto certo (Continuação)

10. Atenção ao tempo de cozimento
Por fim, é importante estar atento ao tempo de cozimento para garantir que a carne fique no ponto desejado. Para carnes suculentas e ao ponto, o tempo de cozimento será menor, variando de acordo com o tipo de carne e espessura do corte. Já para carnes bem passadas, o tempo de cozimento será maior. Uma dica é começar com um tempo menor e ir verificando o ponto de cocção ao longo do cozimento. Lembre-se de que o tempo pode variar de acordo com o tipo e potência do seu fogão, forno ou churrasqueira.

Em conclusão, cozinhar carnes no ponto certo pode ser um desafio, mas com as dicas certas, você poderá preparar uma carne suculenta, ao ponto ou bem passada para agradar a todos os gostos. Lembre-se de escolher a carne adequada para o tipo de preparo, respeitar a temperatura ambiente, conhecer sua brasa, salgar no momento certo, usar técnicas como o toque e o uso do taciturno de carne, deixar a carne descansar antes de servir, experimentar temperos e marinadas, faça os cortes corretos e controle o tempo de cozimento. Com prática e atenção, você se tornará um mestre na arte de cozinhar carnes no ponto certo. Aproveite suas refeições e surpreenda seus convidados com pratos deliciosos e perfeitamente preparados.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *